sábado, 31 de dezembro de 2011

Soneto da Saudade

Fonte: Google. Sem informações de autoria.
Guardo em minh'alma
O tempo em que te via
Cercado de alegria
E de pura fantasia.

Anseio
Por meus olhos nos teus
Tua pele na minha, amor
E por teu riso sedutor.

Lembrar aquele tempo
Em que tudo era luz de luar
Só faz mesmo a saudade aumentar.

Meu desejo ardente é
No mínimo mais uma vez.
Acariciar tua suave tez.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Segredo

Fonte: Google. Sem informações de autoria.

Que amor é esse
Que causa tanto tormento
Que me prende ao teu ser
Sem me deixar
Ao menos viver?

Que amor é esse
Que faz sorrir e chorar
Cantar e dançar
E aos outros rejeitar?

Que amor é esse
Que não consigo esquecer
Que só deseja teu ser ?

Que felicidade é essa
Que sinto em te amar
Que faz com que
Todo dia
Mais junto a ti eu queira ficar?

É um amor
Sem eira nem beira
Sem dor nem rancor.

E uma felicidade...
 Uma felicidade
Que só quem ama sabe.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Bate papo


Fonte: Google. Sem informação de autoria.



certa amiga minha perguntou
como estou
e eu 
atrevida que sou
respondi
ora, estou muito bem
sabendo que amo ele
ainda tens dúvida
de que estou feliz?

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Tempo

Fonte: Google. Sem informações de autoria.


Pela dor que sinto
 Amor
Ouça o que te digo
Sem pensar em ti
Não vivo
Amor.


sábado, 29 de outubro de 2011

sábado, 8 de outubro de 2011

Notícias



Quando me perguntam
Como vai a minha vida
Gostaria de poder responder
Que ela está ávida
Por saber como anda a sua.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Platônico

Fonte: Google. Sem informações de autoria.


Permanece o desejo
De completar o inacabado
O que poderia ter sido
não foi
nunca será
 Por vontade da vida.


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Nostalgia

Fonte: Google. Sem informações de autoria.

Falta
Da palavra carinhosa
Ao pé do ouvido
A meia luz

Falta
Do alguém
Que não encontro
Há tempos

O que quero
É apenas 
o tempo passado
O aconchego do momento
Que tinha sorriso e olhar 
Do mais intenso

Como não te tenho
Poesia
É o modo
De ter aqui
Um pouco de ti

Volte depressa, meu bem
Depressa.

Saudade é o que sinto
Saudade.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Motivo

Fonte: Google. Sem informações de autoria.

A saudade é tanta
Que não posso
 Ir dormir
Sem escrever a ti.

Entre linhas e entrelinhas
Encontro tua presença
Que há tempos não me visita
E que acaba me deixando
Com muito desejo
De estar junto a ti.

Também quero
Que o mundo saiba
Que eu amo
O cara
Mais lindo do mundo
E que desejo
Em muitos momentos
Tê-lo comigo
E cessar essa vontade doida
De abraçar e beijar
O alguém mais especial.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Pedido

Obra 'O grito', de Edvard Munch. Fonte: Google.


O grito
É a linguagem
Do passado
Desconhecido
Frustrado
E sofrido.

O grito
É a brutalidade
De um ser
Sem humanidade.

O grito
É a busca
Pelo objeto perdido
Em um humano desolado.

O grito
É o pranto
Pelo elo quebrado
Pelo amor perdido.

O grito 
É o clamor 
Por um eu saudável
Feliz
E infinito.

O grito é...
O sofrimento
Contido
um dia
Rompido.

sábado, 30 de julho de 2011

Perfil

Fonte: Google.Sem informações de autoria.


Este meu amor por ti
Tem algo de poderoso
De onipresente
De real e de platônico.

Este meu amor por ti
Tem algo de livre
De essencial
De existencial
De majestoso
De agradável
E de muito insaciável.

O sentimento que existe em mim
É incondicional
Adorável
Incontestável
Inimaginável.

É dor que dói crua
Em minh'alma
E atiça pouco a pouco
O desejo em ter-te
Junto a mim.

Meu amor é assim
Inexplicável
Indescritível
E amável.

E depois
De tudo isso dizer
O que sinto é felicidade
Em te conhecer
Em te querer.