quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Constante

Fonte: Google. Sem informações de autoria.

Será que o tempo
Tão descompassado
Pra nós dois
Ainda permitirá
Que ajustemos nossas vidas
Em nossos tempos?

domingo, 22 de janeiro de 2012

Desejo solto

Fonte: Google. Sem informações de autoria.
De repente quis só um elogio
Aquele!
Da primeira vez em que me viu.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Estilo


Neste momento
Estou só 
A refletir
Sobre este meu sentimento por ti
Amor.

Procuro palavras
Para expressar esta minha paixão
Mas sinto
Que não necessito
De versos rimados
Para demonstrar esta forte emoção.

Digo
Sem hesitar
Que a riqueza de um poema
Se mede apenas
Na imensidão do amor do escritor
Pelo amado.

Por isso
Este é prata
Ouro
E diamante
Amor.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

A menininha

Fonte: Google. Sem informações de autoria.


Andava solta
Pelas ruas da cidade
Sempre sozinha
A observar as belezas
Da natureza.

Os casais a fitavam
E perguntavam:
Ó, meu Deus,
Por que ela  põe-se assim
Sempre tão só
Pelos caminhos da vida?
Poderia andar lado a lado
Com outro alguém
Poderia enfim
Ter um namorado.

E a menininha vislumbrava os casais
E sozinha pensava:
Desejo que eles se amem tanto
Como eu amo ao meu menininho.
Ele está longe de mim, eu sei
Mas nem por isso deixa de ser meu amor.

E por isso responde aos casais
Em imaginação:
Não estou só
Tenho um sentimento
Que anda lado a lado comigo
E que sozinho
É maior que o amor
De todos vocês juntos.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Trajes

Fonte: Google. Sem informações de autoria.
Visto-me pela manhã
Com a vã esperança
De encontrar-te por aí
Em minhas andanças.

Preparo o melhor vestido
O mais lindo colar
Para quando
- ao dobrar a esquina -
Eu for te encontrar.

Porém
É ilusão acreditar
Que irei te encontrar
Pois sei que estás longe de mim
Meu bem.

Mas
- quando quiser -
Podes vir a qualquer hora
Não importa com que traje eu estiver
Em meus braços
Terás aconchego pra qualquer dor
Mesmo que ela seja
Uma terrível dor de amor.